22 de Maio de 2022
É possível recuperar um Piano antigo que se encontre em muito mau estado geral?

Resposta: Sim, dependendo do tipo de piano, dos problemas que apresenta, do seu potencial de recuperação e do tipo de utilização a que irá ser sujeito.

Em termos técnicos qualquer piano pode ser reconstruído ou recuperado. No entanto esse trabalho é geralmente bastante complexo / especializado e caso não seja bem executado poderá revelar-se ineficaz.
Os Pianos antigos, salvo raras excepções, eram construídos com bons materiais, especialmente os pianos de marcas alemãs e têm excelente potencial de recuperação. O passar do tempo e a utilização a que são sujeitos degradam gradualmente a maioria dos aspectos do seu funcionamento e por isso apresentam-se geralmente em mau estado. A questão poderá ser ponderada do ponto de vista racional de custo/proveito ou tomando em conta factores que se prendem com o historial do piano e do seu valor afectivo.

O Importante, seja qual for o enquadramento, é haver um bom aconselhamento para evitar custos desnecessários e expectativas defraudas.


Um piano usado pode ser uma “boa compra”?

Resposta: Sim, mas existem vários factores a ter em conta.

Por estranho que pareça os pianos usados em determinados aspectos são, “melhores” do que os pianos novos. Esta afirmação poderá dar azo a más interpretações e por tal tem de ser muito bem explicada e entendida.
Primeiro de tudo teremos de entender que como em praticamente todas as áreas nos Pianos existem “gamas” , ou seja segmentos dentro das próprias marcas diferenciados por aspectos que qualidade e consequentemente preço, durabilidade etc.
 
Ao comparar-mos Pianos e marcas de Pianos (novos ou usados) , teremos sempre de o fazer dentro de gamas semelhantes, caso contrário correremos o risco de comparar um Piano de baixa gama de uma marca com o topo de gama de outra marca, que pode custar uma valor 10 vezes superior.

Um Piano usado pode ser melhor do que um Piano Novo se o Piano usado, que se apresente em bom estado, for de uma gama superior ao Piano novo que por ser novo, não deixa de ser de uma gama com fracas apetências, e o usado por ser usado não deixa de ter todas as características de um Piano de grande qualidade. Caso os valores de compra sejam aproximados, a compra do usado é geralmente a opção mais correcta.
Caso comparemos gamas semelhantes, os factores diferença de preço e o estado geral do Piano usado serão os motivo de decisão.



O que faz o piano perder a afinação?

O principal motivo para o piano perder a afinação são as mudanças de temperatura. Quando o nível de humidade aumenta a tábua harmônica tende a se expandir, a madeira absorve a humidade do ambiente, o que provoca instabilidade. As cordas são colocadas sobre a ponte, a qual é montada diretamente sobre a tábua harmónica.

Ao se expandir, a madeira aumenta a pressão sobre as cordas, geralmente esta instabilidade é mais perceptível na região média do teclado. Ao inverso, o excesso de calor produz o efeito contrário.



Com que frequência deveria um piano ser afinado?

A altura correta da afinação é de 440 Hz, geralmente. Se o piano não é afinado regularmente a altura vai caindo ate ½ tom, às vezes mais. O factor ambiente ira também ser importante para determinar a necessidade em relação à afinação. (Duas vezes por ano é uma boa frequência em média para instrumentos usados em residências. Alguns pianos mais velhos podem ainda requerer ainda mais atenção.


Que tipo de cuidados devo ter com o meu piano?

Pense que o seu piano é um instrumento valioso, além de uma peça de mobília altamente delicada, então procure manter ele limpo, procure não colocar copos em cima, ou vasos de flores, ou plantas . Derramar líquidos em cima pode causar sérios danos. A correção deste tipo de problema pode ser cara. Pianos novos usam geralmente como acabamento na lustração poliéster, para os quais não é necessário nenhum tratamento especial a não ser um pano levemente humedecido, depois um abrilhantador de móveis. Não é polimento necessário para pianos novos.

Alguns pianos antigos podem precisar de mais cuidado, sendo necessário um polimento com alguns tipos de produto específicos para esta função. Em nenhuma hipótese use verniz in spray.



Quanto tempo demora uma afinação?

Uma afinação quando feita sobre uma base regular, ou seja sem precisar subir a altura leva de 60 a 90 minutos. Se o piano estiver abaixo do diapasão e o dono oo responsável solicitar que o piano seja colocado novamente nos 440 hz ou mais pode levar até duas horas.


Quantas cordas em total têm um piano?

Um piano tem em média 220 cordas, mais algumas variantes dependendo do modelo e design.


Quantas teclas têm um piano?

O número de teclas de um piano standard é de 88. Sendo 52 de cor branca, naturais, e de 36 as pretas, acidentadas sustenidos ou bemóis. Há alguns casos onde o compasso do teclado tem se desenvolvido mais. Existe um piano de cauda modelo Imperial da marca Bosendorfer com um teclado de 8 oitavas de C a C com 97 teclas.


Qual é a função dos pedais?

Basicamente são:

Surdina - abaixa o volume do som, especial para quem mora num apartamento.
Ataque - diminuir o impacto do martelo sobre a corda influindo na fora dinâmica da interpretação.
Sustentação - Talvez o mais importante, segura as cordas vibrando, enquanto o intérprete continua desenvolvendo o discurso musical com uma ou ambas as mãos.



Quanto pesa um piano?

Depende do tamanho ou do tipo:

- Baby Grand, o menor dos pianos de cauda pesa aproximadamente 240kg;
- Um piano de cauda inteira pesa aprox. 490 kg;
- Um piano de apartamento pequeno pesa aprox. 185 kg;
- Um piano de apartamento meia-cauda pesa aprox. 215 kg.


Qual é a tensão das cordas sobre a sua estrutura?

De 16 a 18 toneladas.


Qual é a melhor maneira de limpar as teclas?

Com um pano ligeiramente humedecido limpe as teclas com força, depois seque com um pano suave e seco. Não use muita água no pano, pois esta pode escorregar na tecla encharcando a parte de madeira por baixo, provocando um problema maior posteriormente. Não use produtos químicos a menos que você tenha certeza que não é prejudicial ao tipo de revestimento da tecla.


Quais são os cuidados que devo ter na hora de comprar um piano?

Comprar um Piano novo:

Em geral se você negociar com um comerciante ou um representante autorizado com boa reputação não haverá problemas. A escolha do piano é sua, o preço geralmente irá determinar a qualidade do instrumento.
Procure testar vários instrumentos, pianos de diferentes modelos terão bastante diferença no toque e no timbre.

De qualquer modo é sempre recomendado a orientação de um especialista no momento da compra.
Comprar um piano Restaurado:
 
Mais uma vez se você negociar com um comerciante ou um técnico afinador com boa reputação não haverá problemas, já que o instrumento deve ter sido devidamente recondicionado onde era necessário e este deverá ter garantia. Mas não entanto esteja atento a pianos que podem ter sido mal restaurados, ou puramente maquilhados para serem postos à venda.

Aspetos a serem observados:

Pianos de apartamento - corda cruzada é quase sempre melhor. Embora se um piano tiver corda reta e estiver em boas condições também pode ser interessante. Há casos em que pianos com corda reta têm sonoridades de altíssima qualidade. Mas, no entanto, sem ajuda de um profissional é melhor evitar.

Pianos de Cauda - piano de cauda é aquele que é deitado e descansa sobre três ou seis pés, que deverá também ser com corda cruzada, de novo, é preferível. O mecanismo interno de um piano de cauda está situado debaixo das teclas e pode ser visto parcialmente através das cordas. Sem a remoção do mecanismo interno é difícil identificar dentre os vários que existem qual é o tipo de mecanismo apresentado. Uma pessoa não qualificada dificilmente conseguirá remover o mecanismo interno e as probabilidades de acontecer algum dano são enormes.

Recomendações:
 
Observe se há notas que soam muito mal, ofendendo o ouvido.

Verifique se o piano está no Diapasão.

Verifique se há notas com chiados (uníssonos).

Verifique se há teclas com muito jogo.

Verifique se o piano esta limpo e sem arranhões.

Remova as tampas de cima e de baixo e com uma luz boa examine bem se não há vestígios de caruncho, verifique a parte detrás também.

Veja se os pedais estão funcionando bem, e sem barulhos.

Mecanismo interno:

Veja se o mecanismo esta limpo.

Verifique se não há nenhum componente quebrado.
 
Verifique se os martelos estão bem distribuídos e sem jogo.
 
Veja se não há sinais de traças.

Observe o movimento dos martelos principalmente nos agudos e nos graves e veja se não há martelos com movimentos lentos na quando voltam à sua posição inicial.

Veja se o feltro dos abafadores esta sujo, duro ou gasto, e se está amortizando corretamente a vibração das cordas.

Tábua Harmónica:

A tábua harmónica é a alma do instrumento. Toda a vibração das cordas é transmitida através desta parte importante do piano. É importante que esta parte esteja em boas condições.

Verifique se não há trilhamento na sua superfície.
 
Chapa de ferro:

É a peça que sustenta toda a força de tração que as cordas produzem sobre a estrutura do piano.
Verifique se não esta enferrujada.

Verifique se não há trilhos.

Verifique se não há trilhos no cepo, que é onde as cravelhas que seguram as cordas são colocadas.

Verifique se não há cordas quebradas.


Qual é o melhor lugar para colocar o meu piano?

Evite colocar o seu piano perto das janelas, em contato com a luz do sol.
Evite colocar o seu piano perto de fontes de calor, estufa, lareira, etc.


O que é o mecanismo interno e por que é necessário fazer manutenção e afinação constante?

O mecanismo interno é o que faz o piano funcionar. Como qualquer outro instrumento, o piano está sujeito ao uso e desgaste, portanto é importante que esta parte vital do piano seja afinada por um técnico qualificado regularmente para assegurar um bom desempenho do instrumento. Cada nota deve ser regulada individualmente. Os pedais poderão também precisar ser ajustados.


Quem invento o piano?

Um dos primeiros inventores foi Bartolomeo Cristofori (Itália) 1709
Entre as muitas personalidades as mais relevantes foram: John Broadwood (Inglaterra), Steinways (América), Chickering (América), Bechstein (Alemanha) e Erard (França).


Quais são as marcas mais famosas?

Existem muitas, entre as quais:

Alemanha:

Bechstein / Bluthner / Grotian-Steinweg / Ibach / Ronish / Forster / Schiedmayer &sons / Uebel & Lechleiter / Zeiter& Winkelmann / Perzina / Schiller

Inglaterra:

Broadwood / Collard / Kirkman / Challen / Chappell / Brinsmead / Bentley / Challenger / Hopkinson / Kamble, etc.

America:

Steinway / Chikering / Ehr / Kimball / Emerson / Weber / Fischer

França:

Erard / Pleyel / Gaveau / Herz

Áustria:

Bosendorfer / Ehrbar / Rosler / Fritz / Hamburger / Hofmann / Holzletc

Japão:

Yamaha

Checoslováquia:

Petrof

Brasil:

Fritz Dobbert / Essenfelder / Zimmermann / Shwartzmann / Brasil

SEMANA INTERNACIONAL DE PIANO DE ÓBIDOS

SIPO - Semana internacional de piano de Óbidos é um projecto com o apoio da Câmara Municipal de Óbidos que tem acolhido, desde 1996, grandes personalidades do meio musical e jovens estudantes, vindos de todo o mundo, para um encontro que visa o aperfeiçoamento ...

             Leia mais ...
 
Música On Off

HOME PAGE | EMPRESA / SERVIÇOS | PIANOS | ATELIER
ACESSÓRIOS | GALERIA | CONTACTOS | NOTÍCIAS / EVENTOS
| DOCUMENTOS | PERGUNTAS FREQUÊNTES | SABIA QUE? | LINKS ÚTEIS


Copyright © 2012, Todos os direitos reservados.
Website Desenvolvido por www.tecniware.pt
site stats